Polícia Civil prende em flagrante autor de violência doméstica que ameaça a mulher e posta vídeo chamando e debochando da polícia em Sidrolândia

Polícia Civil prende em flagrante autor de violência doméstica que ameaça a mulher e posta vídeo chamando e debochando da polícia em Sidrolândia

Um homem de 37 anos foi preso em flagrante, na noite da última quarta-feira (24), em Sidrolândia, por posse ilegal de arma de fogo e violência doméstica contra a companheira. A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Sidrolândia, chegou até o agressor após a vítima ter ido pedir ajuda na Delegacia no final da tarde de ontem. Ao chegar na delegacia, a vítima contou que estava fora de sua residência havia dois dias por medo das ameaças do marido e mostrou áudios em que o autor dizia que iria matá-la com um facão além de um vídeo no qual ele aparece deitado na cama com um revólver calibre .38 ao lado, chamando pela polícia e dizendo “ Vou tombar mas vou tombar honrado”.

A vítima disse que já havia sido agredida fisicamente por seu companheiro em outras oportunidades, mas que não tinha coragem de denuncia-lo. Diante dos relatos da mulher, a Autoridade Policial responsável pela sala Lilás determinou que os investigadores de polícia fossem imediatamente à residência do casal e efetuassem a prisão do autor.

Auxiliados por uma equipe da polícia militar, os policiais civis foram ao local, encontraram a arma municiada com cinco cartuchos em cima do guarda-roupa do quarto do filho do casal, de um ano de idade, e deram voz de prisão ao marido. Na delegacia, durante o interrogatório, a delegada responsável pela prisão mostrou ao autuado os áudios e o vídeo encaminhados por ele à mulher e questionou o que ele quis dizer com a frase “ Manda a polícia vir aqui. Vou tombar mas vou tombar honrado”, tendo ele respondido que não se recordava pois estava bêbado.

Com a prisão em flagrante o criminoso será indiciado pelos crimes de ameaça, injúria e posse ilegal de arma de fogo, permanecendo na Delegacia de Polícia aonde aguardará passar por audiência de custódia.