Polícia Civil, no âmbito da operação protetor, prende foragido da justiça federal em Coronel Sapucaia

Polícia Civil, no âmbito da operação protetor, prende foragido da justiça federal em Coronel Sapucaia

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (DEFRON), no âmbito da Operação Protetor, na manhã deste sábado (04), por volta das 06h30min, deu cumprimento a dois mandados de busca e apreensão domiciliar no município de Coronel Sapucaia, expedidos pela Comarca da cidade. Um dos mandados foi cumprido na Rua Amâncio José da Silva, tendo como alvo um homem de 29 anos, foragido da Justiça Federal desde o ano de 2018, pois contra ele existe dois mandados de prisão, um por prisão preventiva e outro por sentença condenatória com pena de 13 anos de reclusão, ambos por tráfico de drogas e associação para tráfico de drogas.

Os policiais chegaram na residência às 06h30min e encontraram o foragido, que demonstrou grande nervosismo, apresentando para os policiais um documento falso para tentar ludibriar os agentes, no entanto, sem sucesso. Assim, o indivíduo foi capturado e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil do município de Coronel Sapucaia, local em que os mandados foram formalmente cumpridos e ele também foi autuado em flagrante pelo crime de uso de documento falso.

Em sua residência também foram apreendidos automóveis de alto padrão. Concomitantemente outro mandado foi cumprido na Rua João Ponce de Arruda por outra equipe da DEFRON.

No local, os policiais encontraram o morador, um homem de 33 anos e juntamente com ele duas armas de fogo (uma pistola e um revólver), um carregador de fuzil, carregadores de pistola 9mm, munições de diversos calibres, 100g de Haxixe e 9 mil reais em dinheiro. Com ele também foram apreendidos diversos aparelhos celulares, computador e notebook que subsidiarão a continuidade das investigações.

Ainda, foram apreendidos automóveis e motocicleta de luxo, além de veículos populares. Ele também foi encaminhado para a Delegacia de Polícia e autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Essa ação da DEFRON faz parte de investigação que visa prender integrantes da maior facção criminosa do país que estão instalados na fronteira com o Paraguai para organizar o envio de drogas e armas de fogos para outras cidades do Estado do Mato Grosso do Sul e demais estados da Federação. A DEFRON mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas e receber denúncias, através do telefone (67) 99208-8808.

Não precisa se identificar e a ligação ou mensagem serão mantidas em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

 

Policial responsável pela notícia: Delegado Rafael de Souza Carvalho – DEFRON.