Polícia Civil investiga acidente com duas vítimas fatais em São Gabriel do Oeste

Polícia Civil investiga acidente com duas vítimas fatais em São Gabriel do Oeste

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de São Gabriel do Oeste, está investigando um acidente ocorrido por volta das 19 horas de ontem, 23/04, na BR-163, próximo ao km 626, no município de São Gabriel do Oeste-MS. Na ocasião, uma caminhonete Toyota Hilux bateu na traseira de um carro Fiat Uno, causando a morte de uma mulher de 21 anos e de uma criança de 1 ano e seis meses de idade (mãe e filho). 

Assim que tomaram conhecimento dos fatos, equipes da delegacia da cidade foram até o local para coletar informações e, juntamente com a perícia técnica, tentar entender a dinâmica dos fatos. De acordo com o Delegado titular da Delegacia de São Gabriel do Oeste, Matheus Vital, na SW4 havia o motorista e mais quatro pessoas. Já no Uno tinha o motorista e mais três passageiros. 

Os dois veículos seguiam sentido norte e a SW4 acabou batendo na traseira do Uno, sendo que os dois motoristas perderam o controle da direção e capotaram no acostamento. Além das duas pessoas que foram a óbito no local, outras duas vítimas ficaram gravemente feridas e foram transferidas com vaga zero para Campo Grande. Os demais receberam atendimento, mas receberam alta no mesmo dia. 

Realizada a análise do local, a Polícia Civil já começou a coletar imagens de câmeras da via e vai aguardar o laudo pericial, para então poder determinar quem deu causa ao acidente. De acordo com as declarações do motorista da caminhonete, ele estava retornando de Campo Grande e não viu o Uno, pois este estaria com a lanterna queimada.

O motorista alegou que estava dentro dos limites de velocidade, porém, todos esses fatos serão apurados. Tanto a caminhonete como o Uno serão periciados. 

“Caso seja constatado que o motorista da caminhonete estava dirigindo com a velocidade acima do permitido, ele poderá ser indiciado por homicídio culposo, conforme o código de trânsito brasileiro. Assim como o motorista do Uno, se ficar evidenciado que ele estava com uma das lanternas queimadas e por conta disso o outro condutor não o enxergou, ele também será responsabilizado na medida de sua culpabilidade”, explicou o delegado Matheus Vital. 

A Polícia Civil está empregando todos os esforços para elucidar esse acidente, entender toda a dinâmica e responsabilizar eventuais culpados.