Polícia Civil defragra operação “Deceive”

Polícia Civil defragra operação “Deceive”

Nas primeiras horas desta segunda-feira, 18/03, a Polícia Civil deflagrou a operação “Deceive”. Coordenada pela DECON (Delegacia Especializada na Repressão de Crimes contra as Relações de Consumo) a ação contou com apoio do GOI (Grupo de Operações e Investigações) e das delegacias de Goiatuba e Goiânia, em Goiás, além da perícia e Energisa. Em Campo Grande uma pessoa foi presa no Jardim Colibri e outra no Bairro Los Angeles.

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e um de prisão em Campo Grande-MS e dois de busca e apreensão em Goiás, contra uma associação criminosa, ligada a prática de estelionato. De acordo com as investigações, os criminosos causaram um prejuízo de aproximadamente R$ 50mil a duas empresas no ramo de materiais de construção e elétrica, com sede na capital sul-mato-grossense e filial em Dourados-MS.

Segundo apurado, utilizando cartões de terceiros, os autores efetuavam as compras, iniciando a negociação por telefone e dando continuidade pelo WhatsApp. Posteriormente os bancos faziam contato com os donos dos cartões para verificar se eles tinham efetuado as compras e diante da negativa era cancelado e as empresas não recebiam os pagamentos.

Além das prisões, foram apreendidos diversos materiais, cartões de crédito em nome de terceiros, maquinetas de cartão, carro, moto, celulares, dinheiro e anotações ligadas ao golpe. Em uma das casas, no Jardim Los Angeles, foi apreendida também maconha e cocaína, sendo que na residência também foi constatado furto de energia. Por esse motivo, além de ser indiciado no estelionato, o autor preso em flagrante tráfico de drogas e furto de energia elétrica.

O nome da operação Deceive significa enganar em inglês.

Google search engine