Governo de MS apoia ações para melhorar atendimento a pessoas com autismo em Dourados

Governo de MS apoia ações para melhorar atendimento a pessoas com autismo em Dourados

Com atendimento especializado oferecido para 200 famílias, a AAGD (Associação de Pais e Amigos dos Autistas da Grande Dourados) inaugurou hoje (5) na maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul a segunda etapa da obra da sede própria da instituição.

A solenidade reuniu o vice-governador José Carlos Barbosa (Barbosinha), a primeira-dama Mônica Riedel, além da secretária Viviane Luiza (Cidadania) e a ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, e outras autoridades.

“Fico feliz por estar aqui nesta inauguração, que é parte de um projeto sensível para a inclusão, cuidado e respeito. E temos que garantir essa inclusão em todos os aspectos”, disse Mônica Riedel.

Para as famílias que são assistidas no local, a melhoria física contribui para o bem-estar das pessoas com autismo.

“Eu participei do começo da associação e conseguimos muitas melhorias ao longo dos anos, e precisamos continuar. Os tratamentos oferecidos aqui são muito importantes para o desenvolvimento deles”, disse Maria Evangelista Martins, mãe de Elen Regina, 26 anos.

A entidade oferece atendimento gratuito a autistas em projetos de musicalização, ginástica, ecoterapia e artes. Desde quando começou a realizar terapia na instituição, Elen apresentou progresso nas relações sociais e também melhoria física. “Eu gosto de fazer as aulas de artes, equoterapia e a academia”, disse ela.

“O mundo é para todos, por isso a inclusão é necessária”, disse Viviane Luiza, secretária de Estado de Cidadania. Também participaram do evento a deputada estadual Gleice Jane, o deputado federal Geraldo Resende, o prefeito Alan Guedes e outras autoridades estaduais e municipais.

Conquista

A primeira etapa da sede da AAGD foi inaugurada em agosto de 2021, como resultado de um investimento no valor de R$ 1 milhão, recursos de emenda – de 2018 – do deputado federal Geraldo Resende.

O prédio foi construído em uma área doada pelo município no Jardim Canaã III. Para a da segunda etapa da obra, convênio com a SES (Secretaria de Estado de Saúde) possibilitou o repasse de mais de R$ 1,7 milhão.

A previsão AAGD é que com a inauguração da segunda etapa, os serviços oferecidos no local poderão ser ampliados. A estrutura passa a contar com salas para adaptação, artes, musicalização, psicologia, assistência social, educação física, psicopedagogia, academia para adolescentes, ginásticas no salão grande, sala de reuniões, cozinha com refeitório e parquinho.

“É uma grande conquista para todos nós um sonho realizado”, disse o presidente da AAGD, Francisco Sobrinho de Brito.

“Eu não tenho outra forma de fazer terapia no meu filho. Aqui ele tem todo o acompanhamento o que ajudou muito na interação social, coordenação motora, concentração, em tudo. Agradeço muito o apoio que o Governo do Estado dá a nossa associação”, disse Patrícia Potrich, mãe do Rodrigo, 16 anos, atendido no local.

Atendimento

A Associação dos Autistas da Grande Dourados é uma entidade sem fins lucrativos, que atende pessoas com TEA (Transtornos do Espectro Autista) e suas famílias, por meio de atendimento social, clínico, terapêutico e pedagógico de crianças, jovens e adultos.

A AAGD oferece três projetos próprios para tratamento do autismo – musicalização, equoterapia e ginástica. A musicalização auxilia o autista a manifestar sentimentos e sensações internas tanto quanto conteúdos mentais.

Já a equoterapia contribui em ganhos nos aspectos físico e psíquico, contribuindo para o desenvolvimento da força muscular, relaxamento, conscientização do próprio corpo, aperfeiçoamento da coordenação motora e equilíbrio. Com o projeto de ginástica amplia o repertório motor e cognitivo, para o domínio do próprio corpo e autonomia para realizar tarefas do dia a dia.

A associação também proporciona, em parceria com o município, o atendimento psicossocial, promovendo a intervenção no quadro específico do paciente, além do apoio psicológico familiar, que tem como competência o acolhimento e acompanhamento de todos os que vivem ao redor da pessoa com autismo.

Atualmente, a AAGC é a única referência na prestação deste serviço na cidade de Dourados e região – formada por 33 municípios com mais de 1 milhão de habitantes.

Responsabilidade

O Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da SEC (Secretaria de Estado de Cidadania), lançou na terça-feira (2) – Dia Mundial da Conscientização do Autismo -, o programa ‘MS Acessível: Promovendo a Cidadania para Pessoas com Condições Ocultas ou Invisíveis’, para incentivar a aceitação e a compreensão do uso do cordão de girassol.

Mato Grosso do Sul foi pioneiro ao instituir o uso do cordão, em 2022, como instrumento auxiliar de orientação para a identificação de pessoas com condições ocultas, enquanto a lei federal foi publicada apenas no ano passado. O Estado se destacou, mais uma vez, como o primeiro do Brasil a cumprir a legislação por meio do programa.

As condições ocultas ou invisíveis são aquelas que não são imediatamente óbvias, como autismo, dificuldade de aprendizagem, mobilidade ou condições que causam dor crônica.

O programa ‘MS Acessível’ tem como objetivo garantir os direitos, a cidadania e a qualidade de vida à população com tais condições no Estado, e tornar o Mato Grosso do Sul cada vez mais inclusivo, possibilitando o acesso às políticas públicas diversas.

Natalia Yahn, Comunicação Governo de MS
Fotos: Saul Schramm


Relacionada:

Pioneiro no Brasil, MS Acessível promove a cidadania para pessoas com condições ocultas ou invisíveis