Em menos de 24 horas, Polícia Civil elucida homicídio e prende autores em flagrante em Amambai

Em menos de 24 horas, Polícia Civil elucida homicídio e prende autores em flagrante em Amambai

A Polícia Civil, por intermédio da Seção de Investigações Gerais (SIG) de Amambai/MS, prendeu neste domingo (14) um casal por envolvimento em um homicídio e ocultação de cadáver ocorrido na Aldeia Amambai. Após tomar conhecimento que na noite de sábado (13) havia sido encontrado um cadáver decapitado próximo a um córrego localizado na Aldeia Amambai, as equipes da polícia civil e científica se deslocaram até o local e constataram a veracidade dos fatos.

No local havia um homem, com os membros superiores cortados e decapitado. Diante dos fatos, o corpo da vítima foi recolhido para as providências cabíveis.

Imediatamente a Polícia Civil iniciou trabalho investigativo e descobriu que dois indivíduos identificados como L.V.M. (homem de 19 anos) e S.G.V (mulher de 27 anos) foram os responsáveis pelo crime.  A vítima foi identificada como sendo José Areve Martins, de 28 anos de idade. 

Após realizar buscas no interior da Aldeia Amambai com apoio da segurança local, os dois autores foram presos em flagrante e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Amambai. Eles foram autuados por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Na Delegacia, S.G.V. informou que era casada com L.V.M., mas, depois da separação, passou a se relacionar com a vítima. No entanto, motivado por ciúmes, L.V.M. matou José com golpes de machado e o decapitou. Além disso, S.G.V. afirmou que ajudou a jogar a cabeça de José em um córrego.

Já L.V.M. confirmou ter matado José, o atingindo com golpes de machado na região do pescoço até decapita-lo, pois ambos haviam se desentendido e L.V.M. estaria se sentindo ameaçado. Após a ação, informa que S.G.V. lhe ajudou a jogar a cabeça da vítima em um córrego.

Ainda na manhã de ontem, equipes das Polícias Civil e Científica, com apoio do Corpo de Bombeiros Militar se deslocaram até o local onde os autores informaram ter se desfeito de parte do cadáver e conseguiram encontrar partes do corpo da vítima. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Alana Tíssia, as buscas continuam para localizar a cabeça e os membros superiores.