Durante operação “Visualização Única”, Polícia Civil prende predador sexual em Juti

Durante operação “Visualização Única”, Polícia Civil prende predador sexual em Juti

Na tarde de hoje (29), as Delegacias de Juti e Caarapó cumpriram mandados de prisão preventiva contra J.C.O., de 29 anos, e de busca e apreensão na cidade de Juti, no âmbito da Operação Visualização Única.

Trata-se de investigação que apura uma série de crimes cometidos por um predador sexual. As investigações foram iniciadas a partir de denúncias ocorridas no mês de maio, quando foi apurado que um homem enviava fotos de seu pênis e vídeos se masturbando para diversas mulheres através de aplicativos de mensagens, sem o consentimento delas.

Na tentativa de não deixar rastros, o suspeito utilizava o recurso de visualização única dos aplicativos, em que a foto e vídeo são apagados após a visualização. O autor será indiciado por importunação sexual, permanecendo preso à disposição da Justiça.

Até o momento três vítimas já foram ouvidas e outras duas identificadas, no entanto, acredita-se que tenham outras. Caso seja condenado, levando em consideração os cinco casos já identificados, a pena pode chegar a 25 anos.