Com 10 anos de atuação em MS, Energisa junto com Agems e Governo do Estado celebram compromisso com a sustentabilidade

Com 10 anos de atuação em MS, Energisa junto com Agems e Governo do Estado celebram compromisso com a sustentabilidade

Presente para os moradores é uma Flor Solar no Parque das Nações Indígenas

A partir desta terça-feira (30) quem caminhar pelo Parque das Nações, próximo ao lago, vai se deparar com uma estrutura metálica que reúne design e tecnologia sustentável. Com mais de 5 metros de altura, o monumento incorpora pétalas equipadas com painéis solares, capazes de acompanhar os diferentes ângulos de incidência solar ao longo do dia. Isso significa que ela abrirá e fechará devido ao sistema integrado e inteligente de geração fotovoltaica de energia elétrica.

O movimento da Flor Solar, além de oferecer um espetáculo à parte, trará também funcionalidade para quem estiver no Parque dos Poderes e quiser carregar o telefone celular ou o tablet, por exemplo, além de ser uma opção de educação ambiental a céu aberto. A otimização de geração de eletricidade fará com que o equipamento produza até 40% mais energia do que um sistema solar convencional. Pontos de carga serão disponibilizados em quiosques ao redor do monumento e poderão ser usados inclusive à noite, quando a Flor estiver fechada.

“Esse projeto é um marco dentro da inovação que a Agems vem trabalhando, focando na melhoria e na eficiência dos serviços, e na educação para o desenvolvimento sustentável de Mato Grosso do Sul. A Flor Solar une turismo com sustentabilidade e consciência ambiental para as pessoas sobre o uso da energia limpa. Estamos muito felizes com mais essa conquista e tenho certeza que vai ser um sucesso”, diz o presidente da Agems, Carlos Alberto de Assis.

O diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes, ressalta a contribuição da concessionária com o desenvolvimento de um dos estados que mais crescem no país ao abraçar a ideia proposta pela Agems, “que plantou a semente da flor”, e estreitar o alinhamento com o governo do estado e a Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação para que a realização do projeto fosse possível.

A Energisa já investiu, até 2023, mais de R$ 4,13 bilhões principalmente na melhoria da qualidade e no atendimento de novos negócios que crescem ou chegam a Mato Grosso do Sul. “Completamos 10 anos de Energisa em Mato Grosso do Sul agora no mês de abril. São 10 anos de intensas transformações e contribuições com o desenvolvimento do estado. Para simbolizar esses 10 anos estamos entregando a Flor Solar no Parque da Nações, um parque que representa um presente para todos os municípios”, diz Vinhaes.

O presente reforça o compromisso de instituições públicas e privadas com a geração de energia limpa para construir um planeta cada vez mais sustentável. A Flor Solar levou 4 meses para ficar pronta; o investimento foi de R$ 600 mil pela Energisa, sendo esse um projeto integrante do Programa de Eficiência Energética regulado pela Aneel.

Serviço
Inauguração Flor Solar
30 de abril de 2024, às 9 horas
Parque das Nações Indígenas
(entrada pela Av. Afonso Pena, próximo ao lago)