Centenas de artesanatos produzidos em presídios de MS estão expostos para venda para o Dia das Mães

Centenas de artesanatos produzidos em presídios de MS estão expostos para venda para o Dia das Mães

Artesanatos produzidos em unidades prisionais da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) estão sendo comercializados na 19ª Feira Artesão Livre – Especial Dia das Mães, com cerca de 350 peças expostas entre crochês e utilitários, decoração em metal, decoração em argila. A grande novidade deste ano são os produtos resinados, como colares, chaveiros e porta-jarras.

Produtos resinados são novidade na Feira.

A Feira é resultado de uma parceria entre a Agepen e o Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio da 50ª Promotoria de Justiça, com o apoio do Conselho da Comunidade, Instituto Ação pela Paz e Universidade Presbiteriana Mackenzie/SP. O diferencial é que, neste ano, a feira é itinerante, isto é, com exposição em lugares diferentes.

Na abertura do evento, realizada na terça-feira (7), no Fórum “Heitor Medeiros”, a diretora de Assistência Penitenciária da Agepen, Maria de Lourdes Delgado Alves, destacou que a ação é resultado da dedicação dos servidores e direções de presídios que proporcionam trabalho aos internos, sob coordenação da Divisão de Trabalho da agência penitenciária.

Jaison aproveitou a oportunidade para comprar presentes.

As peças são exclusivas e foram confeccionadas por 67 internos de oito unidades: EPJFC (Estabelecimento Penal “Jair Ferreira de Carvalho”), IPCG (Instituto Penal de Campo Grande), PTRAN (Presídio de Trânsito de Campo Grande), CTAL (Centro de Triagem “Anísio Lima”), EPFIIZ (Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi”), EPFRSAAA (Estabelecimento Penal Feminino de Regime Semiaberto, Aberto e Assistência à Albergada de Campo Grande); EPFRB (Estabelecimento Penal Feminino de Rio Brilhante) e o EPFPS (Estabelecimento Penal Feminino “Luiz Pereira da Silva”), de Jateí.

Jaison Roberto Moreto, de Santa Catarina, aproveitou a oportunidade de estar em Campo Grande para adquirir presentes durante a exposição e ressaltou a importância de participar desta ação voltada à ressocialização. “É muito bom ver os produtos produzidos pelas pessoas privadas de liberdade. Não estamos apenas adquirindo um produto, estamos estimulando o trabalho prisional que vai fazer diferença quando retornarem à sociedade”, destacou.

Locais de venda

Nesta na quarta-feira (8), das 13h às 17h, inicia no Fórum Trabalhista Senador Ramez Tebet, rua Jornalista Belizário Lima, 418; e encerra na quinta-feira (9), das 13h às 17h, na Procuradoria Regional do Trabalho da 24ª Região.

Comunicação Agepen