1º BPMA divulga resultados da fiscalização na bacia do rio Paraguai em março

1º BPMA divulga resultados da fiscalização na bacia do rio Paraguai em março

Campo Grande (MS) – Durante o mês de março, o 1º BPMA (Batalhão de Polícia Militar Ambiental) demonstrou grande eficiência em suas operações de fiscalização na região da bacia do rio Paraguai. Em uma intensificação das ações para coibir crimes e infrações ambientais, especialmente relacionadas à pesca predatória, onde os resultados alcançados foram significativos.

Ao longo do período mencionado, foram confeccionados 26 autos de infração, somando um valor total de R$ 412.706,00 em multas aplicadas. Além disso, as equipes policiais efetuaram 18 prisões em flagrante e 3 prisões com termo circunstanciado de ocorrência, demonstrando a determinação em aplicar a lei e garantir a preservação dos recursos naturais.

Destacando-se ainda, as ações de policiamento voltadas para o combate à exploração da flora que resultaram na apreensão de 05 motosserras e 11m³ de madeira ilegalmente extraída, evidenciando o compromisso em conter atividades que ameacem os ecossistemas locais.

No que diz respeito à pesca predatória, alvo central das operações, os resultados foram igualmente expressivos. Durante os patrulhamentos e fiscalizações direcionadas a essa prática, foram apreendidos 317 kg de pescado irregular, 25 carretilhas/molinetes, 160 metros de rede de pesca, 115 anzóis de galho, 04 tarrafas e 07 espinhéis. Essas apreensões representam a interrupção de atividades ilegais e também a proteção da biodiversidade aquática da região.

O 1º Batalhão de Polícia Militar Ambiental ressalta a importância desses resultados e reforça o compromisso da instituição em continuar atuando de forma incisiva na preservação ambiental e na promoção da segurança dos recursos naturais da bacia do rio Paraguai.

Texto e imagens: Assessoria de Comunicação Social do 1º BPMA